sábado, 24 de fevereiro de 2018

Petrópolis terá novo posto de atendimento do Detran a partir de 1º de março

  A partir da próxima semana moradores dos distritos poderão contar com um posto de atendimento do Detran no distrito de Itaipava. A unidade foi montada no Shopping Estação Itaipava e será aberto a partir de sexta-feira (02.03), um dia após a inauguração do espaço marcada para a quinta-feira (1º.03), às 15h. No local, a população terá acesso a uma série de serviços como atendimento de identificação civil, habilitação e registro de serviço. A unidade irá ocupar uma área de 355 m2 e o atendimento do posto será de segunda à sexta, de 10 às 19h.

Ação do Meio Ambiente garante a retirada de veículos abandonados no Moinho Preto

Fiscais da Secretaria de Meio Ambiente voltaram ao local nesta sexta-feira e constataram que todas as carcaças foram retiradas


O trabalho de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente trouxe mais segurança para os motoristas e também para os moradores do bairro Moinho Preto, às margens da BR-040. O ferro velho que mantinha carcaças de automóveis expostas na via pública há anos, retirou todo o material após ser multado no início de fevereiro. Desde o ano passado, a prefeitura acompanha de perto a situação e solicita a limpeza do local. Os fiscais retornaram ao bairro nesta sexta-feira (23.02) e constataram que todos os veículos abandonados foram retirados.
Além de prejudicar o trânsito, o material oferecia risco para a natureza e para a saúde dos moradores. As carcaças abandonadas serviam de criadouro para mosquitos, ratos e outros parasitas, além de contaminarem o solo com substâncias químicas, como óleos e graxas, que entravam em contato com o solo. O secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, comemorou o resultado do trabalho.

Projeto “Festa do Chocolate” é apresentado para empresários petropolitanos

Uma paixão mundial vai ganhar destaque em Petrópolis entre os dias 28 de março e 8 de abril: o chocolate. Decoração especial e a venda dos mais diversos produtos que utilizam o chocolate na sua composição estão descritos no projeto “Festa do Chocolate”, uma ideia que surgiu no Comtur – Conselho Municipal de Turismo e está ganhando vida por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico, Turispetro e Instituto Municipal de Cultura e Esportes - IMCE.  O projeto foi apresentado nessa sexta-feira (23.02) a empresários petropolitanos em um encontro no Espaço Empreendedor, no Centro Administrativo Frei Antônio Moser.
A festa está sendo organizada pela prefeitura, mas o patrocínio será dos empresários petropolitanos. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a produção e comercialização do chocolate envolvem cerca de vinte empresas na cidade.
 “A ideia de se montar uma festa especifica sobre o tema foi abraçada pelo governo. Ao apresentar o projeto para os empresários, esperamos trocar ideias e ouvir a opinião deles, que são os especialistas nessa matéria prima. Um dos objetivos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico é fazer com que os produtos de Petrópolis conquistem o mercado e os turistas. Temos certeza que a festa pode atrair muitos visitantes, movimentando a cadeia econômica de vários setores da cidade, como o hoteleiro e gastronômico”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.
Da mesma forma como ocorreu no Natal Imperial, a intenção da prefeitura é de que os empresários abracem a causa. Dessa forma, todos da cidade saem ganhando.
 “Temos que somar forças para um bom resultado. O Natal Imperial foi um sucesso, graças à parceria que fizemos com a iniciativa privada. A festa vai ocorrer no Palácio de Cristal e tenho certeza que será um sucesso de público”, disse Leonardo Randolfo, presidente do IMCE.
Segundo o projeto, os empresários colocarão seus produtos à venda em barracas no Palácio de Cristal. Produtores de biscoitos amanteigados e de sorvete também terão espaço na festa. A Festa do Chocolate contará ainda com uma programação vasta: receitas com chocolate, exposição sobre o chocolate, concurso de bolos artísticos, exposição de esculturas feitas com chocolate, oficinas culinárias, caçada fotográfica dos ovos, apresentação de grupos folclóricos, música e coral, além da montagem da Vila do Chocolate, desfile de Páscoa, fórum do chocolate e Vila Criativa.
“Toda a organização da festa está sendo feita pela Turispetro. A intenção é de que fique muito atrativo não só para as crianças, mas para as famílias também. A programação toda levará isso em consideração”, contou Camila Thees, diretora de turismo e eventos da Turispetro.

Representantes da Caixa esclarecem dúvidas sobre MCMV no Vicenzo Rivetti

Representantes da Caixa Econômica esclareceram diversas dúvidas sobre critérios técnicos relacionados aos apartamentos do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) que estão em fase final de construção no bairro Vicenzo Rivetti, durante uma reunião promovida pela Secretaria de Assistência Social na manhã desta sexta-feira (23.02) no Centro Administrativo da Prefeitura.
Felipe Silva Araújo, assistente de projetos sociais da instituição financeira, esclareceu que não haverá cobrança de prestações para os beneficiados, apenas será cobrado valores de consumo de luz e água, que será feita de forma individual para cada unidade. O registro do nome da pessoa no SPC também não será fator impeditivo para a entrega do apartamento, desde que o cadastro esteja dentro das regras estabelecidas pelo governo federal, aludida na portaria 412/15 do Ministério das Cidades.

Mau estado de conservação da nova sede da Vigilância Sanitária é denunciada por vereador Leandro Azevedo

As condições das novas instalações do imóvel que está abrigando departamentos da Prefeitura, como Vigilância Sanitária e o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador - Cerest, na Rua Dr. Sá Earp, foram alvos de denuncias do vereador professor Leandro Azevedo. Aves mortas, mato alto, entulho, estão entre os problemas.
Um ofício pedindo a vistoria do local, inclusive com fotos de cada um dos espaços, foi encaminhado pelo vereador a própria Vigilância Sanitária, pedindo que uma vistoria seja realizada com urgência. “O local está insalubre tanto para funcionários quanto para os próprios servidores que procurarem o Cerest. É uma incoerência absurda, pois as condições sanitárias de lá deveriam ser exemplo”, frisa Leandro Azevedo.